SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE CATANDUVA E REGIÃO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 23/11/2021

Bancários de todo o país protestam contra demissões e fechamento de agências no Bradesco



Bancários de todo o país deflagraram um Dia Nacional de Luta nesta terça-feira (23) contra as milhares de demissões, e fechamento de agências e prédios administrativos promovidos pelo Bradesco em 2021, mesmo diante de um lucro que ultrapassa os R$ 19 bilhões, e quando a sobrecarga de trabalho é uma realidade em muitos locais do banco.

Na internet, a força dos sindicatos e trabalhadores unidos levou a hashtag #QueVergonhaBradesco ao 6º lugar dos assuntos mais comentados do Twitter, dando enorme visibilidade a causa.

Os protestos de hoje foram só os primeiros, e realizados para denunciar essa situação que representa uma afronta aos bancários – que convivem com adoecimentos, sobrecarga de trabalho e assédio moral para o cumprimento de metas abusivas –; aos clientes – que pagam tarifas e juros exorbitantes, mas não recebem um serviço condizente por causa do número insuficiente de empregados e de agências –; e à população brasileira – que enfrenta um período de carestia por causa do desemprego, enquanto os bancos lucram dezenas de bilhões sem oferecer nenhuma contrapartida social, incluindo geração de postos de trabalho.

Fechamento de agências

Além da eliminação de postos de trabalho, o banco vem também fechando centenas de agências físicas. Em doze meses encerrados em setembro foram encerradas 765 unidades bancárias e 120 postos de atendimento (PA).

"O Bradesco está trocando agências por unidade de negócios, com menos bancários e menor estrutura de segurança, o que aumenta seus lucros. Não há justificativas para que uma empresa com um resultado da proporção que tem continue colocando pais e mães de família no olho da rua. A sociedade como um todo também paga a conta. Ao demitir, o Bradesco infla a já altíssima taxa de desemprego no país. A categoria bancária, clientes e Sindicato precisam estar unidos para inverter essa lógica e manter os direitos dos trabalhadores, por isso a importância da nossa mobilização. Estamos em luta e não mediremos esforços para barrar esta falta de responsabilidade social”, ressalta o secretário geral do Sindicato dos Bancários de Catanduva e região, Júlio Trigo.



Fonte: Seeb SP, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTICIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO