ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 14/09/2020

Representantes dos empregados voltam a cobrar a Caixa sobre empresa Verocard




Diante da apreensão dos empregados da Caixa a respeito da mudança da empresa que administra os cartões dos vales alimentação e refeição, a Apcef/SP, representando o Sindicato nas negociações com o banco, voltou a cobrarar respostas do bancoa Caixa.

Após serem orientados a indicar no site da Verocard os locais que devem ser credenciados, os empregados apresentaram reclamações como falta de protocolo de envio; locais que constam como credenciados, mas não são; e de estabelecimentos que estão sendo descredenciados.

Frente às queixas, representantes dos trabalhadores reportaram os problemas, na última sexta-feira (11), durante reunião com a Gipes (Gestão de Pessoas). Foi enfatizada a falta de transparência da Verocard ao não gerar protocolo para que os empregados acompanhem a indicação do estabelecimento indicados por eles.

A Caixa informou que faz, através da Geber (Gestão de Benefícios), em Brasília, reuniões semanais com a Verocard para saber o andamento da expansão da rede, e apresentou os seguintes números: foram realizadas 1513 indicações pelo site da empresa, com 629 credenciamentos de estabelecimento, e outros 884 em fase de negociação.

Também foi cobrada uma resposta em relação à aceitação por parte de aplicativos de delivery, como iFood, principalmente por conta da pandemia. Segundo a Caixa, a Verocard respondeu que o Ifood tinha fechado a possibilidade de novos credenciamentos até setembro, e disse ter retomado, agora, a negociação.

Nesta segunda-feira (14) será realizada nova reunião com o presidente da Verocard, ocasião em que mais soluções serão buscadas.

“Nós estamos cobrando que seja dada atenção especial aos locais onde é quase nula a oferta para que o empregado possa fazer as refeições”, enfatiza Leonardo Quadros, diretor da Apcef/SP

"Os vales-alimentação e refeição são conquistas da categoria. É um direito que deve ser utilizado pelo bancário de maneira facilitada e da forma mais conveniente para o trabalhador. Reivindicamos que a Caixa reveja e solucione essas questões o mais breve possível", acrescenta o diretor do Sindicato dos Bancários de Catanduva e Região e também da Apcef/SP, Antônio Júlio Gonçalves Neto.



Fonte: Seeb SP, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO