ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 09/09/2020

A pandemia ainda não acabou! Proteja-se e cuide de quem você ama!



Dados recentes divulgados pelas secretarias de Saúde revelaram que o Brasil terminou o mês de agosto com quase 29 mil mortes pela Covid-19. É a primeira vez, desde maio, que o país tem menos de 30 mil óbitos mensais pela infecção. Especialistas alertam, entretanto, que os números significam uma estabilidade, mas não o fim da pandemia. Além disso, o relaxamento das medidas de proteção e a chegada das estações mais quentes são dois importantes fatores que podem contribuir para que a transmissão do vírus volte a aumentar.

Enquanto diversos municípios reiniciam a abertura do comércio e de certas atividades, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pede que haja um foco na contenção do Covid-19. Algumas regiões ainda não possuem leitos disponíveis em UTIs e o vírus segue fazendo vítimas fatais. 

Atendendo às orientações da OMS e visando garantir a segurança e saúde de seus funcionários e associados, o Sindicato informa que é contrário ao relaxamento do isolamento social e permanecerá trabalhando via teleatendimento. A entidade tem tomado todas as medidas para viabilizar as demandas da categoria e, para isso, ampliou seus canais de comunicação. O departamento jurídico também segue com atendimento virtual, priorizando agendamento presencial apenas em casos necessários e urgentes.  

Confira nossos principais contatos:
  • Tel: (17) 3522-2409
  • WhatsApp: (17) 99259-1987
  • E-mail: seebcat@bancariosdecatanduva.com.br
  • Canal de denúncias: tinyurl.com/yb3dqo8b

Você também pode entrar em contato diretamente com um de nossos diretores através de seus contatos pessoais:
  • Roberto Vicentim - (17) 99135-3215
  • Júlio Trigo - (17) 99191-6750
  • Antônio Júlio Gonçalves Neto (Tony) - (17) 99141-0844
  • Sérgio L. De Castro Ribeiro (Chimbica) - (17) 99707-1017
  • Luiz Eduardo Campolungo - (17) 99136-7822
  • Luiz César de Freitas (Alemão) - (11) 99145-5186
 
Movimento sindical obtêm ações emergenciais para proteção da categoria bancária

Várias medidas de combate à pandemia já foram conquistadas pelos trabalhadores junto às suas entidades representativas, como a liberação de funcionários que estão no grupo de risco (gestantes, idosos, diabéticos, cardíacos, entre outros) e sua permanência em home office; material de profilaxia, redução do horário de atendimento e o contingenciamento do acesso às agências; antecipação da campanha de vacinação da gripe; testagem em massa, fechamento e sanitização das agências em caso de confirmação de contágio e o afastamento dos trabalhadores.

O Sindicato segue cobrando efetivamente que sejam implantadas, ainda,  medidas como a suspensão de metas e das demissões pelos bancos.

“Nossa prioridade é garantir a saúde dos trabalhadores. Entendemos que a população não pode ficar sem os serviços bancários essenciais, ainda mais em um momento de crise como o que estamos vivendo hoje no país, mas precisamos continuar conscientes da importância de seguir à risca os protocolos e medidas sanitárias. Por isso, pedimos que os bancários nos mantenham informados sobre casos suspeitos, confirmados ou sobre qualquer abuso ou violação dos direitos da categoria para que possamos cobrar das instituições a solução para cada um dos problemas. Também é muito importante que se mantenham atualizados pelos canais de comunicação oficiais do Sindicato, fontes seguras de informação, evitando o compartilhamento de fakenews", ressalta o presidente da entidade, Roberto Carlos Vicentim. 

 

 

“É fundamental também que a população tenha consciência e responsabilidade coletiva neste momento crítico, atentando-se aos protocolos para que todos possam seguir suas rotinas com segurança. Se possível, fique em casa! Use máscaras e evite aglomerações. A única vacina que temos até agora é a prevenção. Cuide de você e daqueles que ama”, reforça Vicentim.

 



Fonte: Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO