ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 31/08/2020

Hoje (31) tem assembleia para definir a Campanha



Teve início no domingo (30) e segue até às 23h59 desta segunda-feria a assembleia para avaliar a proposta que surgiu após 14 rodadas de negociação entre o Comando Nacional d@s Bancári@s e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A orientação do Comando e do Sindicato é pela aceitação da proposta. Em decorrência da pandemia, a assembleia é realizada de forma virtual, por meio eletrônico.

> Os bancários de Catanduva e região devem votar pelo link https://bancarios.votabem.com.br/  

As negociações terminaram na madrugada deste domingo (30). Os bancos não concordaram em colocar no acordo cláusulas sobre o controle da jornada de trabalho, sobre o ressarcimento de custos e a disponibilização da mobília adequada ao home office. Mas, mesmo sem um acordo geral sobre o tema, o Comando Nacional saiu com a sinalização de acordos específicos com alguns bancos.

A partir do debate sobre teletrabalho, o Comando Nacional conseguiu construir o consenso entre os bancos de que a categoria deve continuar em teletrabalho enquanto perdurar a pandemia.

Proposta

A proposta prevê um reajuste de 1,5% para salários, com abono de R$ 2 mil para este ano. E ainda a reposição da inflação (estimada em 2,74% no período) para demais verbas, como vales alimentação e refeição e auxílio-creche/babá.

O reajuste de 1,5% nos salários + abono de R$ 2.000,00 para todos os bancários neste ano de 2020 garante em 12 meses valores acima do que seria obtido apenas com a aplicação do INPC para salários até R$ 11.202,80, o que representa 79,1% do total de bancários.

Veja como ficaram os principais pontos da CCT

“Considerando o delicado ambiente político e econômico do país e diante do cenário apresentado, em que os bancos de maneira intransigente tentaram retirar importantes direitos da categoria, indicamos pela aprovação tanto das propostas gerais, como das propostas específicas. As propostas finais apresentam uma conquista não só para os bancários, mas reflete a vitória de todos os trabalhadores brasileiros sobre um governo autoritário e privatista, cujas políticas beneficiam apenas o setor patronal em detrimento da classe trabalhadora. Somos uma referência em organização na luta por direitos e mais uma vez mostramos nossa força. Participe da consulta assemblear para deliberação e aprovação das propostas. É o Sindicato na luta com você!”, ressalta o presidente, Roberto Carlos Vicentim.  

Acompanhe a campanha salarial pelas nossas redes sociais.



Fonte: Contraf-CUT, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO