ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 19/08/2020

Campanha Nacional dos Bancários: ‘como posso somar e fortalecer a luta por direitos?’


(Arte: Fabiana Tamashiro)

 
Face à possibilidade de perda de direitos, uma vez que os bancos já propuseram inclusive redução da PLR dos bancários, trabalhadores de todo o país querem saber como fazer parte da Campanha Nacional dos Bancários na luta por garantias dos direitos previstos na CCT, além de aumento real e outras conquistas. Além de fazer a sua sindicalização, os bancários também podem contribuir de várias outras formas.

Adicione o WhatsApp do Sindicato para receber notícias de seu interesse: (17) 99259-1987. E quando quiser fazer alguma denúncia ou tirar alguma dúvida, também pode fazê-lo por meio do WhatsApp, ou através do telefone (17) 3522-2409.

Este ano, a campanha salarial está sendo realizada de forma totalmente digital, por conta da pandemia causada pelo coronavírus. Por isso, a mobilização nas redes sociais é fundamental para conseguir um bom acordo. "Nos manter conectados é um primeiro passo importantíssimo para construirmos uma campanha nacional forte e uma negociação vitoriosa em um cenário tão adverso", ressalta o presidente do Sindicato, Roberto Carlos Vicentim.

Entretanto, alguns bancários têm receio de expor suas opiniões nas redes, temendo represálias por parte da chefia. Diante dessa situação, é muito importante compartilhar as informações do Sindicato com amigos e parentes e pedir para eles pressionarem os bancos a não retirar os direitos da categoria. Com isso, mostramos que esta luta é de todos os trabalhadores, ou seja, da sociedade como um todo.

Outra possibilidade, é criar uma conta anônima nas redes sociais. O Twitter tem sido a ferramenta mais utilizada em nossas mobilizações para pressionar os bancos a renovarem a CCT e dar o recado de que a categoria não aceitará nenhum direito a menos. Confira o passo-a-passo e fortaleça a luta!

 
     


Para facilitar, também listamos abaixo as redes sociais de cada um dos bancos. Envie as notícias do Sindicato para seus amigos e parentes e peça que eles cobrem dos bancos uma postura mais responsável em relação aos seus trabalhadores. Basta pedir que eles façam comentários nas publicações dos bancos e enviem mensagens nas redes sociais.
 
Itaú

Santander

Bradesco

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal



Fonte: Seeb SP, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO