Banner
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 17/03/2020

Falta de ações e bancários sem acesso ao Saúde Caixa são problemas urgentes



O trabalhador da Caixa está exposto ao Coronavírus e abandonado pelo banco. Sem nenhuma medida, nenhuma ação que proteja os trabalhadores, o banco limitou-se a distribuir orientações básicas como “lave bem as mãos”. 

Os trabalhadores PCD´s estão muito preocupados. Desde que foi anunciada a pandemia e com os casos no Brasil crescendo dia a dia, os trabalhadores da Caixa que não têm acesso ao Saúde Caixa temem por suas vidas. 

A Fenae encaminhou na segunda-feira (16), um ofício ao banco para exigir a imediata inclusão dos seus trabalhadores no Saúde Caixa, o plano de saúde dos trabalhadores da Caixa.

Desde o anúncio da Organização Mundial da Saúde (OMS), os pedidos de ajuda estão chegando as entidades sindicais para que intercedam pelas mais de duas mil pessoas com deficiência contratadas pela Caixa sem plano de Saúde. São trabalhadores que, em sua maioria, têm necessidade de acompanhamento médico e por isso mais vulneráveis à pandemia de Coronavírus. 

Não há tempo a perder. As próximas semanas serão decisivas para a contenção ou proliferação do vírus. Em suas funções diárias, em escritórios fechados e nas agências, interagindo com centenas de pessoas por dia, as chances de os trabalhadores adoecerem é muito alta. 

Com aulas suspensas em vários estados, o banco não apresentou nenhuma solução para os trabalhadores com filhos em idade escolar e ignora a situação grave em que o país se encontra, expondo a família dos empregados, já que muitos cuidam de parentes idosos que estão no topo da lista de vulnerabilidade.

Não há tempo e a Caixa não pode lavar as mãos. As medidas precisam ser tomadas já!



Fonte: Fenae, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO