ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 02/12/2019

Assédio Moral é presente de Natal no Bradesco; Bancários devem denunciar abusos



Denúncias recebidas pelo Sindicato dos Bancários de Catanduva e Região revelam a postura perversa que o Bradesco tem tido com seus funcionários nos últimos meses, com aumento da pressão por metas e assédio moral.

Os relatos descrevem situações de humilhação e pressão psicológica por parte da gerência regional. São casos graves de assédio, ferindo a autoestima dos funcionários, tudo com o objetivo de constranger e ameaçar, o que tem contribuído consideravelmente com o adoecimento da categoria. São metas de vendas de produtos e de serviços quase impossíveis de atingir; perseguições; exigência para superar os percentuais de rentabilidade estabelecidos pela direção do banco; cobranças repetitivas e sistemáticas, inclusive através de ligações pessoais; ameaça de destituição de cargo gerencial.

Para o Sindicato, um ambiente de trabalho com qualidade pressupõe a estabilidade no emprego e um clima de trabalho sem assédio, para que o empregado não adoeça e para que consiga atender bem a população. “Cobramos respeito à saúde do funcionário. É inaceitável que um dos bancos mais lucrativos do país desrespeite a dignidade do trabalhador. A instituição tem descumprido o acordo de Relações laborais e prestação de serviços financeiros – Boas Práticas, firmado com o movimento sindical. O lucro não pode estar acima de tudo, e deixamos claro nossa concepção. Estamos atentos à postura arbitrária do banco e reivindicamos o fim das práticas abusivas aos empregados", destaca o secretário geral do Sindicato, Júlio César Trigo.

Para fortalecer o combate ao assédio moral ou a qualquer outra violação de direitos é fundamental que o bancário denuncie através dos canais disponibilizados pela entidade. “Os bancários não devem aceitar com normalidade essa situação e devem continuar denunciando, pois é uma maneira efetiva de pressionar o banco a cumprir com os protocolos previstos na CCT da categoria,” acrescenta o diretor. 

Denuncie

A entidade mantém ativo em seu site um canal por onde os bancários podem formalizar as denúncias, de forma identificada ou anônima. Esse mecanismo foi uma conquista dos trabalhadores na Campanha Nacional de 2010, compondo um acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho. Acesse aqui o canal de denúncias do Sindicato. O sigilo é garantido.
 



Fonte: Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO