ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 21/10/2019

Nesta quarta tem mutirão do Censo da Diversidade


 

Conquista da Campanha Nacional Unificada de 2018, o 3º Censo da Diversidade foi prorrogado até o dia 29 de novembro.

A pesquisa visa levantar o perfil da categoria bancária e verificar como estão as políticas de inclusão dos bancos e de igualdade de oportunidades. O objetivo é saber quem é o bancário e bancária, por meio de informações sobre gênero, orientação sexual, raça e PCDs, e com base nas respostas cobrar dos bancos políticas que atendam a todos, sem qualquer tipo de discriminação.

A novidade desta edição do Censo é a realização da Campanha de Valorização da Diversidade, que inclui a formação de agentes da diversidade nas agências e departamentos bancários.

“É preciso envolver toda a categoria neste processo, fomentando debates a respeito da inclusão no ambiente de trabalho e, principalmente, definindo estratégias contra a discriminação no setor financeiro”, explica o secretário geral do Sindicato dos Bancários de Catanduva e Região, Júlio César Trigo.

O dirigente destaca que a entidade já vem percorrendo agências e departamentos bancários promovendo a campanha. "Não fique de fora dessa campanha e seja um agente da diversidade!”, convida Trigo.

Dia 23 tem mutirão do Censo da Diversidade

A diretoria executiva da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) definiu a realização do mutirão do Censo da Diversidade nesta quarta-feira, dia 23 de outubro. A data será dedicada para promover o preenchimento dos questionários do Censo da Diversidade pelos bancárias e bancários nas agências e departamentos.

"A luta para avançar em prol da ascensão profissional e pela igualdade de oportunidades sem distinção de raça, gênero, orientação sexual no setor bancário e em todos espaços da sociedade precisa ser fortalecida, ainda mais em um cenário de tentativa de retirada de direitos trabalhistas e previdenciários, em plena onda conservadora. Conhecer e entender o perfil da categoria é fundamental para desenvolver planos de ação e medidas preventivas para a eliminação de quaisquer práticas discriminatórias nos locais de trabalho e que promovam nas instituições financeiras a incorporação do respeito à igualdade como um valor organizacional", ressalta o presidente do Sindicato, Roberto Carlos Vicentim.
 
> Se você ainda não respondeu ao 3º Censo da Diversidade, acesse diversidade.febraban.org.br e participe deste levantamento sobre o perfil da categoria.

A Contraf-CUT também preparou um material especial para a Campanha de Valorização da Diversidade com vídeos, matérias e infopress com o objetivo de informar sobre as situações de discriminação que acontecem no ambiente de trabalho e na sociedade e como combater estes problemas.

Confira as publicações aqui:

Seja a transformação que você quer ver no mundo
Nem tudo é colorido 
Negros sim! População negra é maioria no Brasil
Mulheres ainda enfrentam dificuldades no país
Seja um agente da diversidade! 



Fonte: Seeb Catanduva, com informações da Contraf-CUT
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO