ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 23/08/2019

Sindicato protesta em defesa da Cassi; Bancários cobram negociação e respeito



Sindicatos de bancários realizaram, na quinta-feira (22), um Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi. Foram promovidas diversas atividades para levar informações aos funcionários nas bases e nos locais de trabalho sobre a Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi).

Os associados não aceitaram as propostas de alteração no estatuto e da forma de custeio da Cassi, que apresenta déficit e está sob intervenção da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

“Exigimos que o banco abra negociações para sairmos desse impasse e principalmente dessa intervenção absurda da ANS, que tem como objetivo final atender aos interesses do governo de liquidar nossa Caixa de Assistência”, disse o coordenador da Comissão De empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga. “Isso é um perigo para nós. Por isso, temos que estar unidos na luta e na mobilização dos funcionários em defesa da Cassi”, completou.

Calendário de luta

Fukunaga explicou que este Dia Nacional de Luta é o início de uma série de atividades que serão realizadas em setembro em defesa da Cassi. “Funcionários do Banco do Brasil e sindicatos de todo o país inauguram hoje o mês em defesa da nossa Caixa de Assistência, que culminará no seminário nacional de saúde, a ser realizado em São Paulo. É uma organização dos funcionários e de todas as entidades que os representam”, disse. O calendário de atividades foi definido durante o 30º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, que foi realizado em São Paulo, nos dias 1 e 2 de agosto.

“É importante que todos funcionários participem das próximas atividades e utilizem suas redes sociais para mostrar sua indignação. Curtam, comentem e compartilhem as postagens da Contraf-CUT, das federações, sindicatos e demais entidades de representação. Mostrem para o banco que que estamos organizados para defender a nossa Caixa de Assistência”, concluiu o coordenador da CEBB.

Atividades

As atividades neste Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi foram realizadas por sindicatos dos bancários de todo o país.

Em Catanduva (SP), diretores do Sindicato percorreram as agências do Banco do Brasil lotadas em sua base territorial para dialogar com os trabalhadores sobre a intervenção de agentes do mercado de saúde particular na Caixa de Assistência, arbitrariedades nas cobranças e ainda ameaças de privatização por parte do governo federal, destacando a importância da união dos funcionários do BB em torno do plano.

A atividade contou com distribuição do jornal O Espelho, que traz informações sobre os ataques que a Cassi vem sofrendo pelo governo privatista, e coleta de assinaturas em um abaixo-assinado, contra as arbitrariedades da gestão do banco em colocar o peso dos custos nos ombros dos trabalhadores e cobrando negociação imediata com a direção sobre os principais pontos de risco.

"Cobramos do BB a retomada das negociações para buscar saídas para a crise na Caixa de Assistência e, sobretudo, respeito aos associados. Com o Dia Nacional de Luta, nesta quinta-feira, inicia-se um calendário de atividades, inaugurando o mês em defesa da Cassi. É fundamental que os trabalhadores desenvolvam estratégias para a manutenção do plano e, para isso, o Sindicato estará empenhado em levar o maior número de informações possível para os nossos colegas nas bases.  Vamos reforçar a luta pela manutenção da Cassi e do Banco do Brasil como instituição pública, capaz de promover o desenvolvimento do país", destaca o presidente do Sindicato dos Bancários de Catanduva e Região, Roberto Carlos Vicentim.



Fonte: Contraf-CUT, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO