ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 14/06/2019

Caixa anuncia abertura da área de cartões e mudanças de vice-presidentes e conselheiros



A Caixa divulgou três comunicados nos últimos dias com mudanças significativas.

O primeiro informa a aprovação de Paulo Henrique Angelo Souza para o cargo de Vice-Presidente de Fundos de Governo e Loterias. O comunicado foi publicado em 27 de maio. Paulo, no entanto, já atuava como VP da área desde 16 de abril.

O processo seletivo para a vaga foi aberto em 4 de abril, conforme com um informe interno do banco, o 002/2019, e iria até 30 de abril.

O mesmo comunicado que oficializa a escolha de Paulo informa a saída de Luciane Ribeiro da Vice-presidência de Administração e Gestão de Ativos de Terceiros. A área de negócios está nos planos de venda, através de IPO, divulgados pela direção do banco. Luciane já havia sido CEO da “asset management” do Santander e do Banco Safra.

Cartões

No dia 5 de junho, a Caixa anunciou que está iniciando o processo de abertura da Caixa Cartões. O comunicado foi publicado em meio ao julgamento do Supremo Tribunal Federal, concluído no dia 6, que deu aval ao governo para que possa vender empresas subsidiárias de estatais sem necessidade de aval do Poder Legislativo.

A área de cartões vendo sendo citada como uma das áreas do banco na mira das privatizações desde a gestão Michel Temer, junto das áreas de seguros, “asset management” e loterias.

Conselheiros

O terceiro comunicado foi publicado no dia 6 de junho, informando mudanças no Conselho de Administração (CA). Adilson Herrero, conselheiro independente, será substituído Mauro Gentile Rodrigues da Cunha, profissional do mercado de capitais com experiência em representar acionistas minoritários em Conselhos de Administração de empresas públicas e subsidiárias, como a Petrobrás, Eletrobrás e BR Distribuidora. Na Caixa, até o momento, não há acionistas minoritários.

O mesmo documento anuncia a posse de Marcelo de Siqueira Freitas como conselheiro. Marcelo foi diretor no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) durante o governo Temer.



Fonte: Apcef/SP, com edição de Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO