ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 09/08/2018

Bancários rejeitam propostas dos bancos e aprovam mobilização no dia 10 de agosto


Bancários de Catanduva deliberaram pela rejeição da proposta em assembleia realizada na noite de quinta-feira (9)
(Foto: Seeb Catanduva)



Bancários de Catanduva e região estiveram reunidos em Assembleia Geral Extraordinária na noite de quinta-feira (9), na sede do Sindicato, para deliberar acerca da contraproposta apresentada pela Fenaban na sexta rodada de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, no dia 7 de agosto.

 Os trabalhadores seguiram a indicação do Comando Nacional e votaram pela rejeição da proposta dos bancos, uma vez que não há aumento real, manutenção dos empregos nem garantia dos direitos conquistados e estabelecidos na CCT.

Após seis rodadas de negociação, a Fenaban apresentou poucas respostas às demandas da categoria, com propostas incompletas e que apenas repõem a inflação nos salários, PLR, vales e demais verbas econômicas. Além disso, não deram garantias em relação às novas formas de contratação previstas na reforma trabalhista, garantindo que os bancários não serão substituídos por trabalhadores contratados de forma precarizada, a exemplo da terceirização.

Os bancos ainda querem alterar cláusulas da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) da categoria, segundo eles, para garantir segurança jurídica, mas sequer apresentaram a redação das modificações.

Da mesma forma, as propostas específicas apresentadas pela CAIXA e pelo BB também foram consideradas insuficientes e inaceitáveis pela categoria.
Uma próxima rodada de negociação está agendada para o dia 17 de agosto.

Dia do Basta

Os trabalhadores e trabalhadoras aprovaram, ainda, a participação no DIA DO BASTA, sexta-feira (10), com visitas às agências e panfletagem de material informativo à sociedade contra as retiradas de direitos promovidas pelo governo Temer, em defesa do emprego e da aposentadoria. Bancários também aproveitarão a atividade para pressionar as instituições financeiras a oferecerem uma proposta decente à categoria.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Catanduva e Região, Roberto Carlos Vicentim, lembra que os bancos compõem o setor mais lucrativo da economia, mesmo em tempos de crise, e que, portanto, possuem condições para atender as demandas dos trabalhadores.

“O lucro líquido dos cinco maiores bancos no Brasil nos três primeiros meses do ano atingiu a marca de mais de R$ 20 bilhões, o que demonstra que essas instituições possuem condições de oferecer a categoria aumento real e se comprometer com o fim das demissões. Esperamos que na próxima negociação os bancos apresentem uma proposta que valorize e respeite o trabalhador bancário”, conclui Vicentim.
 



Fonte: Seeb Catanduva
MAIS NOTÍCIAS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 avançar »
TOPO