ARTIGOS
 02/04/2019

Dia 2 de abril: Apcef/SP comemora aniversário de 112 anos. Há muito o que comemorar!



Apcef/SP surgiu em 1907, sendo hoje uma das mais antigas organizações de bancários do país. Cento e dois anos depois, muito a comemorar.

O sucesso da Apcef/SP, considerada uma das mais antigas organizações de bancários de que se tem notícia no país, é resultado de uma polissemia de fatores: união, trabalho e credibilidade de todos os associados. Nesta quinta-feira (2 de abril), para não deixar a data passar em branco, haverá uma grande comemoração. O objetivo, nesse caso, é destacar toda uma trajetória de relevantes conquistas no campo das reivindicações dos trabalhadores. 

Promoção de lazer e luta dos empregados 

O ano de 1907 é histórico para a Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Apcef/SP), fundada em 2 de abril, inicialmente denominada Sociedade Beneficente dos Funcionários da Caixa Econômica de São Paulo. Na época, o funcionamento era por sistema corporativo, em que cada associado contribuía com 2% de seus vencimentos, cujo principal objetivo era o auxílio nas despesas com assistência médica, farmácia e funerais. 

Em 11 de dezembro de 1948, ocorreu nova mudança com a criação do Grêmio Caixa Econômica Federal, que possuía atuação mais abrangente e passou a promover atividades sociais (concurso de misses, festas e Natal) e a atender as necessidades trabalhistas dos empregados da Caixa. A preocupação com questões sindicais surgiu a partir de 1952, quando foram feitas algumas alterações no estatuto. 

Em 1955, o Grêmio transformou-se na Associação dos Servidores da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Ascef/SP), trazendo em seu bojo mudança no perfil da entidade, que passou a promover o esclarecimento dos servidores em torno de problemas e reivindicações de classe, incentivando a solidariedade, a união e defendendo os empregados nos termos da lei, individual e coletivamente, junto às autoridades administrativas e judiciais. 

Em 1971, em decorrência do golpe militar de 1964, os militares fundiram a Sociedade Beneficiente, a Ascef e outras duas associações de conferentes e auxiliares da Caixa em uma única entidade. Resultado: surgiu, em conseqüência, a Associação Beneficente dos Economiários Federais de São Paulo (Abel/SP). Os anos se passaram e, em 1985, em meio a eventos singulares como o 1º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa (Conecef) e a histórica greve de 30 de outubro, as entidades associativas de todo o país começaram a ser dirigidas por lideranças sindicais comprometidas com os empregados. 

No caso de São Paulo, abril de 1986 marcou a conquista da direção da Abep pela chapa Nossa Luta. Dois anos depois, a entidade passou a ter a atual denominação: Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Apcef/SP). Desde então, o grupo que compõe a Nossa Luta, com diferentes administrações, coordena a associação paulista. No dia de hoje (2 de abril), os 102 anos da Apcef/SP são completados na promoção do lazer, esporte e cultura e na defesa dos direitos de todos os seus associados.
MAIS ARTIGOS
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
TOPO